Maneiras indolores de economizar energia elétrica na sua casa

Você já certamente percebeu que todo mes a conta de luz parece aumentar? Basta acessar a Segunda Via Coelba para reparar que o seu bolso não é tão fundo para um gasto assim tão grande. Existe caoss de pessoas que moram sozinhas em apartamentos relativamente pequenos e pagam mais de R$ 100.00, certo? Não... por isso é melhor ajudar a si mesmo economizando de maneiras simplificadas. Veja duas atitudes que sozinhas podem mudar a qunatidade de gasto energético na sua residência: 

1. Utilize lâmpadas de baixo consumo, reduzirá o consumo de energia e você vai durar mais tempo

Substitua as lâmpadas convencionais (incandescentes), são as de maior consumo, e as de menor duração, por lâmpadas "eficientes" (lâmpadas fluorescentes compactas sem reatância radioativa e halogéneo de baixa tensão). Fornecem a mesma luz, duram 8 vezes mais e economizam até 80% de energia. De acordo com o Instituto para a Diversificação e Poupança de Energia (IDAE), a substituição de uma lâmpada tradicional por outra de baixo consumo representa o final de sua vida útil, economia de mais de 60 euros.

Se você alterar as três lâmpadas de maior consumo da casa para as equivalentes de baixo consumo de energia, reduzir à metade o que gasta em iluminação e recuperação da compra pela poupança em oito meses. Economia, ao cabo de cinco anos rondará os 300 euros.

As lâmpadas fluorescentes compactas são excelentes poupança de energia, especialmente se se tiver em conta que o gasto de energia em iluminação responde por cerca de 20% do consumo elétrico da casa. Em algumas casas por falta de suficiente luz natural, este gasto pode chegar a metade do recibo da luz.

Instale lâmpadas fluorescentes nos espaços onde você precisa de mais luz, e onde esta permanecer muitas horas: cozinha, casa de banho... Duram 10 vezes mais que as lâmpadas incandescentes e consomem quatro vezes menos energia. Tenha cuidado para não ligá-los e desligá-los constantemente porque se encurta sua vida. Se a fluorescente vai estar desligado menos de 20 minutos, é melhor deixá-la acesa.

Tanto lâmpadas fluorescentes como as lâmpadas incandescentes devem permanecer limpos de pó, para que a sujeira não bloqueie a luz que emitem.

Sempre que possível, aproveite a iluminação natural. Mantenha abertas as persianas e cortinas enquanto houver clareza para aproveitar ao máximo a luz natural do sol. Use luz artificial quando realmente precisar. Não deixe luzes acesas em quartos ou zonas em que não tenha ninguém. 

2. Não deixe os aparelhos em "stand by". Apágalos do todo.

Uma tv fora apenas com o comando consome 15 watts por hora

3. Mantenha a temperatura em listra

Substitua os radiadores eléctricos por acumuladores de calor, e contrate a tarifa noturna. Economizar mais de 50% em custos de aquecimento.

Assegure-se de que a temperatura de aquecimento, para que se mantenha em torno dos 20 ° C, nível térmico ideal para uma moradia. Por cada grau adicional consumirá entre 5 e 7% a mais de energia. E se ausenta de sua casa durante algumas horas, reduza a posição do termostato a 15ºC. Com um simples jersey, você pode baixar a temperatura de aquecimento a cerca de confortáveis 21 graus.

Por cada grau de temperatura que lhe seja exigido para o seu aparelho de ar condicionado, abaixo dos 25 ºC, estará consumindo cerca de 8% a mais de energia.

4. Antes de adquirir um eletrodoméstico, informe-se sobre o seu consumo na etiqueta energética

Quando se adquire um eletrodoméstico, é muito importante ter em conta o seu consumo de energia. Por isso, deve prestar especial atenção à etiqueta energética que está incluído em todos os aparelhos quando quiser decidir sua compra. Esta classificação indica o grau de eficiência energética do aparelho. A maior eficiência, menor consumo.